7 dicas para evitar que seu e-mail marketing no SPAM!

Os filtros de spam são ótimos para evitar o recebimento de e-mails que nunca pedimos.

Mas quando queremos enviar um e-mail aos nossos clientes, esses filtros podem ser um obstáculo, pois por vezes marcam incorretamente o nosso e-mail marketing como spam.

Não existe fórmula mágica para evitar que isso aconteça (pois cada filtro tem a sua própria configuração), mas aqui estão 7 dicas para minimizar o problema.

Várias destas dicas aplicam-se melhor (ou até automaticamente) com a ajuda de um sistema de e-mail marketing completo e eficiente. Pessoalmente, uso a plataforma E-goi, que está muito completa, é portuguesa, e tem conta de testes gratuita, e você pode inserir a lista de e-mails sem limitação e tem 5001 envios gratuitos.

1) Não envie mensagens que os seus clientes não pediram

Esta é a razão número um para os seus emails caírem no spam. O fato de serem seus clientes ou contatos, não implica que todos tenham dado autorização explícita para receber o seu e-mail marketing. Se enviar sem a permissão deles, pode ter a certeza de que vão clicar no botão “spam”. E quando isso acontece, os ISP (Gmail, Hotmail, Yahoo, etc.) tendem a bloquear o seu e-mail marketing para todas as outras pessoas.

Pior ainda, podem reclamar nas instituições anti-spam e colocar o seu domínio numa lista negra! Isso é péssimo.

Por isso, assegure-se de que tem no seu site um formulário double opt-in de inscrição de e-mail marketing (você pode criar um automaticamente para o meu site com o
E-goi) e inclua na ficha de inscrição de clientes da sua loja física ou e-commerce um visto para também receberem o e-mail marketing. Depois, envie e-mails somente para estas pessoas!

2) Envie conteúdo que seja interessante e pertinente para os seus clientes

Mesmo quando você enviar a o e-mail só para quem pediu expressamente para a receber, os ISP estão sempre atentos ao interesse que as suas comunicações geram nas pessoas. Se elas não abrirem e clicarem no e-mail,  os ISP podem filtrá-la para o spam nos próximos envios.

Isso tem o nome de  “engajamento” (engagement) e é uma das estatísticas mais importantes para o sucesso do seu e-mail marketing! Por isso, tente sempre criar conteúdos que sejam realmente interessantes e úteis para os seus clientes e que os incentivem a abrir e clicar. Pode usar o E-goi para medir os resultados.

3) Limpe a sua lista de distribuição

Sempre que você enviar e-mail marketing para emails desativados ou inválidos (um comportamento típico dos spammers) os ISP podem penalizá-lo e bloquear futuros envios. Portanto, é fundamental remover da lista todos os endereços que já não estejam em uso (os chamados bounces).

Se não quiser removê-los à mão, uma plataforma de email marketing como o E-goi faz a limpeza de soft bounces e hard bounces automaticamente e também insere um link onde as pessoas podem clicar caso queiram sair da sua lista. Quanto mais limpa a sua lista, mais ativa e bem estruturada ela se apresente aos ISP, melhor será a taxa de entrega direta no inbox.

4) Não envie conteúdo que se confunda com spam

Antes de enviar o e-mail marketing, confirme que ela não vai fazer disparar logo todos os filtros de spam! Embora cada filtro tenha as suas próprias regras, há algumas normas gerais a seguir.

  • Não envie e-mails composto só por imagens (tem de haver um equilíbrio entre texto HTML e imagens)
  • Use código HTML bem formatado (ex. não crie o HTML da news no Word ou no Photoshop.
  • Prepare sempre uma versão alternativa do e-mail em texto simples

Para verificar estes pontos, também pode passar a sua newsletter pelo relatório anti-spam do E-goi, que não só cria automaticamente a versão em texto simples, como analisa todo o conteúdo e dá uma pontuação e dicas para melhorar o resultado.

5) Certifique os seus remetentes e servidores de e-mail

Uma das coisas a que os ISP estão mais atentos é a reputação do servidor através do qual você envia o e-mail. Para ter uma reputação credível, é fundamental autenticar o seu servidor com as principais certificações de e-mail (SPF, SenderID, DKIM e DomainKeys). Este processo deve ser feito pelos responsáveis técnicos do seu servidor.

Se optar por usar um serviço de e-mail marketing como o E-goi, este processo é bastante simples e fácil, pois não só já inclui servidores certificados como disponibiliza todos os dados necessários para que os seus responsáveis técnicos configurem o seu servidor corretamente.

6) Atenção à frequência dos envios

Mesmo que as pessoas queiram receber o seu e-mail, podem achar excessivo se você enviar todos os dias e marcá-la como spam. Por outro lado, se faz envios menos regulares (ex. mensalmente), elas podem  esquecer e considerar o e-mail como spam.

Tem envios diários? Dê às pessoas a possibilidade de a receberem com menos frequência. Envia-a esporadicamente? Inclua sempre uma referência relembrando à pessoa o motivo pelo qual está recebendo o email e a data em que se inscreveu na lista de e-mails (o E-goi pode inserir automaticamente a opção da frequência de envios).

7) No própria e-mail, peça às pessoas para adicionar o seu remetente à lista de endereços seguros

Mesmo seguindo todas as dicas acima, há sempre a possibilidade de alguns filtros, mais agressivos colocarem o seu e-mail no spam. Para tentar retornar este problema, insira sempre uma frase em um local bem visível do e-mail. (ex. logo no cimo) pedindo às pessoas para adicionarem o seu remetente à lista de endereços seguros.

Desta forma, mesmo que elas vejam que o e-mail foi incorretamente para o spam, têm rapidamente uma forma fácil de evitar que isso volte a acontecer.

Profissional especializado em Marketing Digital, atua no segmento desde 2002, especializado em e-Commerce.
Atua como analista em Links Patrocinados e Campanhas de Google Shopping para lojas virtuais com foco em conversão.
Especializado em SEO para e-Commerce, buscando aumentar o ROI e diminuir a taxa de rejeição.
Especializado em campanhas de Facebook Ads, divulgue os anúncios da sua empresa onde os usuários estão navegando.
Profissional especializado e com foco em resultados, já foi proprietário de loja virtual em diversos segmentos do mercado.

Vamos conversar? 

No Comments

Deixe um comentário